Passos exonera superintendente do Dnit de Mato Grosso

Foi publicada hoje, no Diário Oficial da União, portaria do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, exonerando "a pedido", o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de Mato Grosso, Nilton de Britto. Ele era amigo do ex-diretor-geral do Dnit, Luiz Antônio Pagot, que deixou o cargo sob suspeita de participar de suposto esquema de superfaturamento de obras e de cobrança de propinas.

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 09h11

Britto condicionava a sua exoneração à saída de Pagot do Ministério, o que ocorreu em 25 de julho. Ao deixar a superintendência, no final do mês passado, Britto disse que estava aguardando apenas a publicação de sua exoneração, para voltar ao seu "cantinho". Ele é funcionário de carreira da Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso. Britto foi acusado de favorecer o irmão, que é empresário, e que mantinha, segundo as denúncias contratos "milionários" com o Dnit.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.