Passeata pede impeachment

Centenas de professores, sindicalistas e estudantes participaram ontem, em Porto Alegre, de uma manifestação pelo impeachment da governadora Yeda Crusius (PSDB). Sob chuva, o grupo percorreu algumas ruas centrais da cidade, até a Praça Marechal Deodoro, em torno da qual estão a Assembleia Legislativa, a sede do governo, prédios da Justiça.Os manifestantes exigiram a apuração de denúncias sobre irregularidades na compra da casa da governadora, na campanha política de 2006 e na atual administração estadual. Estudantes penduraram uma faixa, numa janela da Assembleia, pedindo o impeachment de Yeda."O afastamento é uma exigência para que a apuração das denúncias seja feita sem a interferência do Piratini", destacou a presidente do Sindicato dos Professores, Rejane Oliveira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.