Partidos fazem acordo para votar hoje projetos na Câmara

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), anunciou que houve um acordo de procedimento entre os partidos políticos para votar ainda hoje os seguintes projetos: o que cria a inspeção veicular, o que trata do uso do solo - que é de interesse da Petrobras, o que trata da inovação tecnológica, o da incorporação imobiliária, o que cria a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial e três projetos que tratam de carreiras de servidores públicos. Além disso, está na pauta desta noite a proposta de emenda constitucional de reforma da Previdência, conhecida por PEC paralela. Ficou de fora da votação do esforço concentrado, o projeto de interesse do governo, que trata das agências reguladoras. Com esta pauta, a Câmara encerrará os trabalhos do semestre. Amanhã, segundo João Paulo, está acertado que serão votados em sessão à tarde do Congresso Nacional a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o Plano Plurianual (PPA) e crédito suplementares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.