Partidos de esquerda se unem por candidaturas em 2008

Depois de ter formalizado atuação conjunta no Congresso, os partidos PDT, PSB, PCdoB, PRB, PHS e PMN lançaram hoje, em São Paulo, o Bloco de Esquerda, com objetivo de unir forças para lançar candidatos às principais prefeituras nas eleições de 2008. E o grupo já mira a Prefeitura de São Paulo. Para concorrer ao cargo, o bloco tem pelo menos três pré-candidatos interessados: a deputada federal e ex-prefeita Luiza Erundina (PSB-SP), o deputado federal Aldo Rebelo (PC do B-SP) e o também deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho.Durante a cerimônia no Palácio do Trabalhador, o deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, disse que a única maneira de o bloco enfrentar a disputa pela Prefeitura de São Paulo, em 2008, contra PT e PSDB é definindo um candidato único. "Caso contrário, é muito complicado", admitiu. Mas nenhum dos três quis adiantar de que forma o bloco deve definir o candidato único. "Acho que o melhor caminho é a gente ver essa questão no mês de junho (2008), mais próximo da eleição, qual dos três está melhor e tentar fazer com que a gente tenha um candidato único", afirmou Paulinho.Aldo Rebelo diz pensar da mesma forma. "Acho que o bloco deve marchar para ter um nome único e procurar fazer uma frente ainda mais ampla para disputar a Prefeitura de São Paulo, que tem nomes muito fortes", declarou. Para Erundina, ainda é cedo para decidir qual dos três pré-candidatos deve representar o Bloco de Esquerda. "É precoce anunciar nomes neste momento, quando estamos construindo e articulando essa frente", opinou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.