Gabriela Bilo/ Estadão
Gabriela Bilo/ Estadão

Partido Novo oficializa as pré-candidaturas de Rogério Chequer e Christian Lohbauer

“Não perdemos um minuto pensando em apoiar outros partidos no segundo turno, disse Chequer, pré- candidato ao governo de São Paulo e fundador do movimento Vem Pra Rua

Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

19 Maio 2018 | 15h32

O partido Novo oficializou, no hotel Intercontinental, em São Paulo, as pré-candidaturas de Rogério Chequer (governo do estado ) e Christian Lohbauer (Senado ). Durante o 1.º encontro estadual da legenda, os candidatos e dirigentes se preocuparam em reforçar a ideia de que a presença do Novo nas eleições de outubro não será apenas protocolar ou simbólica. “Não perdemos um minuto pensando em apoiar outros partidos no segundo turno. Entramos na eleição para ganhar”, disse Chequer.

O presidenciável do partido, João Amoêdo, não esteve presente ao evento. De acordo com a assessoria, ele estaria se preparando para participar do programa Roda Viva, na TV Cultura, na próxima segunda-feira.

Chequer é o fundador do movimento Vem Pra Rua, grupo que participou ativamente das manifestações pelo impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff (PT). Embora não faça mais parte do Vem Pra Rua, Chequer espera ter o apoio dos participantes do movimento. Segundo ele, o foco de sua campanha será “o combate à corrupção e o desmonte do mecanismo que impede que o dinheiro chegue aos serviços públicos”.

O partido não pretende usar recursos do fundo partidário em sua campanha e, segundo Chequer, irá trabalhar apenas com o que for arrecadado pelas doações à legenda. “Seria incoerente usar o dinheiro público. Sem ele, existe um alinhamento de interesses. Seremos obrigados a atender aos nossos eleitores e doadores”, comentou o pré-candidato.

A campanha de Chequer irá usar a comunicação direta nas redes sociais para tentar alcançar a população. “Eu não gosto do Donald Trump presidente dos Estados Unidos, mas a forma como ele usa o Twitter para falar com o eleitor é exemplar. Vamos ter essa comunicação direta aqui também”, disse. A vereadora do Novo, Janaína Lima, comparou as vitórias improváveis de Ayrton Senna na Fórmula 1 com a campanha de Chequer.

Aguardado desde o início do evento, o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei e ex-pré- candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro, Bernardinho, chegou por volta do meio dia e quinze. Bernardinho irá desempenhar o papel de “embaixador do Novo” . “ Vou atuar como um motivador, treinador e  doutrinador junto ao Novo”, disse.

Ao ser questionado sobre o motivo de não ter aceitado o convite para ser candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro, Bernardinho disse: “Tive humildade para reconhecer que o meu  papel será outro. Não sei se era como candidato que eu poderia colaborar da melhor forma”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.