Parlamento Europeu põe crise com Brasil na pauta

Com 104 votos a favor e 49 contra, o Parlamento Europeu aprovou ontem a proposta de incluir em sua agenda de discussões o caso Cesare Battisti. É uma resposta positiva ao pedido do ministro italiano das Relações Exteriores, Franco Frattini, que solicitou "apoio político" da União Europeia à tentativa de obter a extradição de Battisti. O caso será discutido quinta-feira em Estrasburgo, na França. Ao mesmo tempo, o embaixador Michele Valensise regressou ao Brasil, depois de ter sido convocado pela chancelaria italiana para consultas. Valensise volta com a missão de acompanhar o julgamento de extradição de Battisti no Supremo Tribunal Federal (STF). A convocação do embaixador na semana passada foi uma manifestação diplomática de desagrado da Itália com a concessão de refúgio a Battisti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.