Parlamento Europeu pede que Brasil revise decisão de não extraditar Battisti

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu manter o italiano preso no Brasil em seu último dia de governo

estadão.com.br,

20 de janeiro de 2011 | 16h02

O Parlamento Europeu pediu nesta quinta-feira, 20, que o Brasil que 'revise a decisão' de não extraditar o ex-ativista italiano Cesare Battisti para a Itália, segundo informou a agência AFP. A resolução foi adotada em sessão plenária em Estrasburgo, França .

 

Veja também:

link Leia tudo o que já foi publicado sobre o caso

especial ESPECIAL: Entenda o caso Cesare Battisti

video TV Estadão: Ideologia não influenciou concessão de refúgio, diz Tarso 

 

Os deputados pediram que o Brasil encaminhe o novo pedido do governo italiano de revisar a extradição de Cesare Battisti e estude formas de garantir a correta interpretação do Tratado de Extradição entre os dois países. O texto aprovado por 83 votos a favor, um contra e duas abstenções.

 

Os deputados também pediram ao serviço diplomático da União Europeia que estabeleça um diálogo político com o Brasil e garanta que todas as decisões adotadas respeitem plenamente os princípios fundamentais do bloco.

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu no dia 31 de dezembro, seu último dia de governo, não extraditar o ex-militante de esquerda Cesare Battisti, condenado por assassinato e considerado "terrorista" pela Justiça italiana. A decisão causou uma série de protestos na Itália, que chamou seu embaixador a Roma para consultas. A disputa voltou para o Supremo Tribunal Federal, que deve analisar a situação do italiano em fevereiro.

 

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos quando integrava o grupo radical Proletários Armados pelo Comunismo na década de 1970. O julgamento aconteceu à sua revelia. Battisti está preso desde 2007 em Brasília a pedido das autoridades italianas. No último dia 6, o presidente do STF, Cézar Peluso, negou pedido de soltura de Battisti e reabriu o caso.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Cesare BattistiParlamento Europeu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.