Parlamentares pedirão abertura de nova CPI

Os parlamentares governistas devem atuar esta semana também para impedir a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) a fim de investigar as denúncias de envolvimento do governo em corrução a partir das declarações do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA). Amanhã, os dirigentes dos partidos de oposição, como Luís Inácio Lula da Silva (PT), vão discutir o assunto em ampla reunião em Brasília. Ao mesmo tempo, o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), tentará movimentar o plenário com assuntos importantes com o objetivo tirar o senador baiano do foco.Na quarta-feira, o ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, vai falar no plenário sobre o embargo comercial feito pelo Canadá à carne bovina brasileira e o impasse entre os dois países envolvendo subsídios concedidos às empresas de aviação. Provavelmente, na quinta-feira, os senadores vão ouvir o ministro Pratini de Moraes, da Agricultura.Se conseguir criar um clima político favorável, Barbalho pretende iniciar também a votação, no plenário, de dois projetos da Reforma Política que estão paralisados na pauta: um que trata do prazo de filiação partidária e outro que institui o financiamento público das campanhas.

Agencia Estado,

05 de março de 2001 | 08h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.