Parlamentares já disputam comissões

Batalha começa a ser travada pelo comando da CAE e da CCJ

Rosa Costa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

09 de janeiro de 2009 | 00h00

Longe dos holofotes da disputa pela presidência do Senado, um grupo de parlamentares trava uma batalha pelo comando das estratégicas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Pela CAE, passam os indicados para a diretoria do Banco Central e ali são debatidos os programas de obras governamentais. A CCJ tem, por sua vez, a capacidade de acelerar ou retardar a tramitação de projetos de lei. Os senadores com mais chance de comandar a CCJ são Demóstenes Torres (DEM-GO) ou Garibaldi Alves (PMDB-RN), no caso de este último fracassar na sua tentativa de se reeleger para a presidência da Casa. Já a CAE tem o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) como principal candidato até agora.Nos últimos anos comandada por senadores do DEM - como é o caso do atual presidente, Marco Maciel (PE) -, a CCJ pode mudar de mãos e passar para o PMDB, seguindo a praxe de favorecer os ex-presidentes com um cargo privilegiado.O difícil será convencer o líder do DEM, senador José Agripino Maia (RN). O parlamentar afirma que não abrirá mão de manter a comissão. "Defenderei o cargo com a devida intransigência", afirma o senador, referindo-se ao princípio da proporcionalidade que, pelo regimento, deveria orientar a distribuição das comissões. A ida de Jereissati para CAE vai depender de um acordo com o PMDB. Sua concretização será facilitada pela eleição no cargo de primeiro vice-presidente do atual líder do partido, Valdir Raupp (RO), na chapa do petista Tião Viana (AC). Nesse caso, os tucanos terão de ceder o comando da Comissão de Infraestrutura para os peemedebistas. Além disso, cederão igualmente a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) para o PSB. Atualmente, o principal aspirante ao comando da CAS é o senador Renato Casagrande (ES).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.