Parente pode permanecer na pasta de Minas e Energia

O ministro-chefe da Casa Civil e interino no Ministério de Minas e Energia, Pedro Parente, disse que ainda não estão sendo cogitados nomes para assumir definitivamente a pasta de Minas e Energia. Ele aventou, inclusive, a possibilidade de que poderá permanecer no cargo. "Como dizia o ex-ministro Eduardo Portella, eu estou ministro".Parente disse que, apesar da interinidade, ele está adotando decisões como a indicação de nomes para os cargos do setor. Ele ressaltou, no entanto, que quem quer que venha ocupar a pasta tem que dar continuidade ao trabalho de reestruturação do ministério e de revitalização do setor elétrico.Ao assumir interinamente o ministério na sexta-feira passada, Parente disse que ficaria somente por um mês. Ele explicou hoje que esse prazo foi apontado porque coincidiria com a reforma ministerial, que o presidente FHC deve fazer em virtude da necessidade de desincompatibilização de alguns ministros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.