Parente diz que meta foi cumprida

O presidente da Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE), ministro Pedro Parente, disse que, apesar de a meta global de 20% de redução no consumo de energia não ter sido cumprida em junho, é possível dizer, com base nos dados da última semana do mês, que "ultrapassamos a meta". Segundo balanço apresentado pela Câmara, com base em dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), na semana de 23 a 29 de junho, a redução no consumo nas regiões Sudeste e Centro-Oeste foi de 21,6% e, na região Nordeste, de 22%. "Por isso, é legítimo dizer que atingimos a meta", disse. Segundo ele, a média de consumo do mês inteiro foi prejudicada pela primeira semana do racionamento. No período de 2 a 8 de junho, a redução de consumo no Sudeste e Centro-Oeste foi de 14,7% e no Nordeste, 19,5%. "A partir da segunda semana de junho, foi crescente a redução no consumo", ressaltou. Na semana de 9 a 15 de junho, o porcentual de redução no Sudeste e Centro-Oeste foi de 20,3% e no Nordeste, de 20,6%. Na terceira semana, a redução foi de 20% no Sudeste e Centro-Oeste, e 19,5% no Nordeste. A diminuição do consumo tomou por base a média do gasto em energia dos meses de maio, junho e julho do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.