Parecer sobre quebra de sigilo sai em 24h, diz Brindeiro

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ilmar Galvão, pediu parecer do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, sobre processo de quebra dos sigilos bancário, fiscal etelefônico do presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA). A decisão de Ilmar Galvão foi tomada minutos depois de GeraldoBrindeiro afirmar, após encontro com o senador Edison Lobão(PFL-MA) no congresso, que despacharia imediatamente o processo assim que o recebesse. "Assim que chegar em minhas mãos, devolverei em 24 horas o processo ao Supremo", garantiu Brindeiro. O despacho de Ilmar Galvão chega hoje à Procuradoria-Geral da República.O pedido de informações bancárias, fiscais e telefônicas de Jader foisolicitado pelo delegado da Polícia Federal Luiz Fernando AyresMachado, que investiga fraude na emissão de Títulos da DívidaAgrária (TDAs), à época em que Jader era ministro da Reforma Agrária, no governo Sarney. Também foi pedida a abertura das contas de Laércio Wilson Barbalho, pai do senador; da ex-mulher e deputada federal, Elcione Barbalho (PMDB-PA); dos empresários Antônio César Pinho, Vicente Pedrosa e Henrique Santiago; e da empresa Free Lancer Assessoria e Negócios Ltda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.