Parecer sobre doença de jornalista inglesa deve sair nesta terça

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) espera receber nesta terça-feira, em Brasília, o parecer da equipe de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para avaliar o caso da jornalista inglesa suspeita de estar com a pneumonia atípica.O coordenador-geral de Vigilância Epidemiológica da Funasa, Eduardo Hage, acredita que o parecer deva recomendar a mudança na classificação do caso: de provável (quando há mais subsídios para considerar o doente com a infecção) para suspeito. Pelo boletim do Hospital Albert Einstein, Sally Blower continua apresentando melhora e está sem febre. Apesar disso, o ministro da Saúde, Humberto Costa, disse nesta segunda-feira em São Paulo que em 48 horas será possível declarar se a jornalista foi ou não contaminada pela síndrome. "Teremos um quadro devidamente configurado, ouvindo especialistas estrangeiros."Embora a Funasa tenha recebido 11 notificações de casos que poderiam ser considerados suspeitos, apenas o da jornalista atendeu aos padrões estabelecidos pela OMS. "É uma mostra de que os profissionais estão sensibilizados", avaliou Hage.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.