Parecer recomenda cassar governador de TO e absolver o de SC

Recomendação consta do parecer do vice-procurador-geral eleitoral; os dois casos ainda devem ser julgados

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 12h40

O vice-procurador-geral eleitoral, Francisco Xavier, emitiu um parecer nesta quinta-feira, 26, em que recomendou a cassação do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB). Miranda é acusado de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2006. Ele ainda será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Veja também:

link Governadores na mira

 

Miranda pode ser o terceiro governador a ser cassado pelo tribunal desde novembro. Já foram cassados pelo tribunal os governadores da Paraíba, Cássio Cunha Lima, e do Maranhão, Jackson Lago. No primeiro caso, o segundo colocado nas eleições, o ex-senador José Maranhão (PMDB), já assumiu o posto. No segundo, Lago ainda comanda o Estado até que sejam julgados todos os recursos. No seu lugar, deve assumir a senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), filha do presidente do Senado, José Sarney.

 

Ainda nesta quinta, Xavier ratificou parecer emitido em 2007 que absolve o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e o vice, Leonel Pavan, do processo por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2006. Para o procurador, não há fatos suficientes no processo que caracterizem as acusações.

 

Tudo o que sabemos sobre:
TSETOcassação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.