Parecer de relator é favorável a impeachment de Arruda

Comissão de Constituição e Justiça deverá colocar pedidos em votação; expectativa é de que sejam aprovados

Carol Pires, da Agência Estado,

18 Fevereiro 2010 | 12h08

O deputado distrital Batista das Cooperativas (PRP) anunciou nesta quinta-feira, 18, parecer favorável aos quatro pedidos de impeachment do governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM). A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) deverá agora discutir os pedidos e colocá-los em votação. A expectativa é de que a abertura de processo contra Arruda seja aprovada pelo colegiado.

 

Veja também:

linkPaulo Octávio se reune com Lula e dará coletiva

linkArruda deve desistir de habeas corpus

blog Bosco: Paulo Octávio já redigiu renúncia

mais imagens Manifestante provoca tumulto na PF

especial Entenda a operação Caixa de Pandora

 

Detido na Superintendência da PF desde a última quinta-feira, 11, Arruda é acusado de ser o mentor de um esquema de corrupção local, e teve a prisão decretada por tentativa de suborno de testemunha e obstrução da Justiça.

 

"Acatar os pedidos de impeachment não significa reconhecer a culpa, não significa condenar. Permitir que o processo se inicie dá oportunidade ao amplo contraditório. Dá aos acusados o amplo direito de defesa", afirma parecer do relator Batista das Cooperativas, aliado do governador licenciado. "Nada fazer seria quase como um incentivo ao delito, à impunidade, seria uma agressão à moral", continua o parecer.

 

O início do processo de impeachment de Arruda coincide com a expectativa de que o governador em exercício do DF, Paulo Octávio, renuncie ao cargo. Ele se reuniu nesta quinta-feira com o presidente Lula, e deve dar uma entrevista coletiva nas próximas horas. Segundo políticos do DF, Octávio já teria redigida uma carta de renúncia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.