Parceira da estatal fez doação para o filho do ministro da Integração

A empreiteira Granville & Bazan doou R$ 20 mil para campanha de Fernando Coelho Filho

Agência Estado

13 de janeiro de 2012 | 21h17

BRASÍLIA - Recordista em repasses de verbas para assistência técnica em perímetros de irrigação no ano passado, a empreiteira Granville & Bazan Ltda., com sede em Petrolina (PE), cidade natal de Fernando Bezerra Coelho, doou R$ 20 mil para a campanha a deputado do filho do ministro.

Os serviços da Granville foram remunerados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). Em 2011, os pagamentos da empresa subordinada ao Ministério da Integração somaram R$ 14,6 milhões, segundo informação do Portal da Transparência, mantido pela Controladoria-Geral da União.

A Codevasf era presidida interinamente no período pelo irmão do ministro, Clementino Coelho, exonerado a pedido ontem do cargo de diretor de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura, que ocupava desde 2003.

Fernando Coelho Filho (PSB) recebeu a doação da Granville em dinheiro. Foram pagas duas parcelas de R$ 10 mil. Coelho Filho concorria à reeleição a deputado federal. Hoje, o Grupo Estado entrou em contato com a empresa, mas nenhum dos sócios respondeu à reportagem.

O grande interesse da empreiteira é o projeto de parceria público-privada para a conclusão e ocupação do perímetro de irrigação do Pontal, em Pernambuco. Só para serviços de segurança nesse perímetro, a Codevasf pagou mais de R$ 1 milhão em 2011.

"A parceria público-privada do Projeto Pontal, por se tratar de um grande investimento para a região de Petrolina, vai atrair grandes empresas interessadas nas obras e serviços de infraestrutura e na produção agrícola. A Granville & Bazan tem interesse em participar dessa oportunidade", informa o site da empresa, que apresenta como credencial contratos celebrados com a Codevasf para a operação e manutenção de perímetros de irrigação. A estatal é apontada como principal "cliente" da Granville.

A prestação de contas registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registra doação de outra empreiteira que também está na folha de pagamento da Codevasf: a Flamac Incorporação e Construção, que doou R$ 50 mil a Coelho Filho. A empresa recebeu R$ 3,1 milhões em pagamentos feitos pela Codevasf em 2011, na gestão de Clementino Coelho, ainda de acordo com o Portal da Transparência.

A empresa tem sede em Recife e foi contratada para obras de implantação e melhoria do esgotamento sanitário em municípios das bacias dos rios São Francisco e Parnaíba.

A empreiteira que recebeu o maior volume de verbas da Codevasf em 2011 foi a Construtora Lucaia Ltda., investigada por auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). A construtora recebeu em 2011 R$ 39 milhões. Uma nova auditoria sobre a estatal está em andamento no tribunal.

Mais conteúdo sobre:
BezerrafilhoCodevasfdoação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.