Paraná registra primeiro caso de dengue hemorrágica

O secretário municipal de Saúde de Londrina, Silvio Fernandes da Silva, anunciou hoje o primeiro caso de dengue hemorrágica autóctone no Estado do Paraná. A paciente, uma mulher de 20 anos, já está recuperada da doença. Ela sentiu os primeiros sintomas no dia 16 de março, sendo atendida em um posto de saúde e imediatamente encaminhada para o hospital da Zona Norte de Londrina.Logo depois de receber alta, a doença voltou e ela foi levada para a Santa Casa, de onde saiu curada. Segundo o secretário, ela apresentava a dengue tipo 2 e já em transição para a tipo 3. "A recuperação aconteceu em razão da procura imediata do atendimento médico e da correta avaliação", disse Silva. Este foi o segundo caso de dengue hemorrágica no Paraná. Na primeira ocorrência, no início de fevereiro, a dona de casa Patrícia da Silva Moreira, de 24 anos, morreu em Maringá. Ela tinha vindo de Mato Grosso com a doença.O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde do Paraná, divulgado terça-feira, apontou 683 casos de dengue no Estado, dos quais 403 autóctones. Em Londrina, havia 29 casos, 12 deles autóctones, 16 importados e um ignorado. O município com mais registros de dengue é Foz do Iguaçu, com 101 casos, sendo 88 autóctones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.