Paraná quer sediar Fórum Social Mundial de 2008 ou 2009

O governo do Paraná pretende atrair para Curitiba o Fórum Social Mundial de 2008 ou 2009. Para isso, uma delegação deverá participar da 7ª. edição do evento, a ser realizada entre os dias 20 e 25 de janeiro, em Nairóbi, capital do Quênia, na África, para apresentar a candidatura. Desde de seu início em 2001, Porto Alegre sediou quatro dos seis fóruns. O evento é organizado por movimentos sociais, entidades e ONGS e foi proposto inicialmente como uma contraposição ao Fórum Econômico Mundial de Davos na Suíça, que reúne anualmente executivos-chefe das corporações mais ricas do mundo e alguns líderes políticos nacionais. Porto Alegre realizou os três primeiros fóruns e o de 2005. Em 2008, o evento será feito simultaneamente em várias cidades do mundo, para, no ano seguinte, voltar a se concentrar em apenas uma localidade.Um comitê, que terá integrantes do governo e de entidades sociais, foi formado nesta quarta-feira para discutir a questão. Entre as propostas está a realização, no próximo ano, em Curitiba, do 1º. Fórum Social do Mercosul. O comitê também começa a coletar apoios de personalidades para as pretensões paranaenses. Entre os que serão contatados estão os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Venezuela, Hugo Chávez. Em abril, Chávez esteve em Curitiba acompanhando uma missão empresarial.Este texto foi alterado às 18h35 para acréscimo de informação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.