Paraguaios voltam ao trabalho em Itaipu

A greve dos funcionários paraguaios de Itaipu, iniciada em 17 de julho, encerrou-se ontem. Segundo a assessoria de imprensa de Itaipu, em Assunção, os funcionários terão apenas os ganhos já definidos no contrato coletivo de trabalho. Hoje, o trabalho dos 1.800 trabalhadores paraguaios já esteve normal. De acordo com a assessoria, as questões que ficaram pendentes serão negociadas com o sindicato. Os trabalhadores paraguaios reclamam que os brasileiros que exercem atividades similares recebem benefícios extras. Durante o período de greve dos paraguaios, os brasileiros mantiveram a produção normal da usina. A assessoria também afirmou que a situação externa na hidrelétrica foi normalizada. Ontem, o governo paraguaio determinou que militares fossem mobilizados para um trabalho ostensivo e de investigação, pois havia suspeitas de um atentado visando paralisar as atividades da hidrelétrica. Não foi encontrado nenhum sinal de que tal atentado pudesse ocorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.