Paraguaio defende veto a Venezuela no Mercosul

O Paraguai deverá se manter contra o ingresso da Venezuela ao Mercosul enquanto o presidente Hugo Chávez continuar se "intrometendo" na política de países latino-americanos, disse hoje o presidente do Congresso, o senador da oposição Miguel Carrizosa.

AE-AP, Agencia Estado

16 de dezembro de 2009 | 17h48

O Senado brasileiro aprovou ontem o ingresso do país ao bloco, integrado também pela Argentina, Uruguai e Paraguai. Dos países que integram o Mercosul, apenas o Paraguai ainda não aprovou o pedido de adesão da Venezuela ao bloco sul-americano.

Chávez solicitou em 2006 ao então presidente paraguaio Nicanor Duarte a incorporação de seu país ao bloco regional. Durante todo esse tempo a matéria não foi analisada. Em outubro, o atual governo de Fernando Lugo retirou o pedido venezuelano da Comissão de Relações Exteriores do Senado, já que não havia consenso para a aprovação.

Tudo o que sabemos sobre:
MercosulVenezuelaParaguaiadesão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.