Paraguai e Paraná discutem cooperação

O ministro da Justiça e do Trabalho do Paraguai, Silvio Ferreira Fernandez, vai intermediar uma reunião entre autoridades de segurança pública do Paraná e o Ministério do Interior daquele país, para discutir a violência na área de fronteira. "Precisamos de um relacionamento mais estreito com o Paraná", afirmou o ministro, durante visita ao secretário de Segurança Pública do Estado, José Tavares. As questões policiais no Paraguai são administradas pelo Ministério do Interior. As maiores preocupações são com os roubos de cargas e veículos, além do contrabando de armas. O ministro da Justiça e do Trabalho paraguaio está no Paraná para discutir um convênio para a construção de um centro do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) comum. Com o secretário de Segurança Pública paranaense, Fernandez procurou informações sobre a Penitenciária Industrial de Guarapuava. O Paraguai está construindo quatro penitenciárias e pode adotar o sistema de reabilitação dos presos por meio do trabalho. "É uma experiência com uma concepção diferente", disse. Ele afirmou que está aguardando a aprovação das leis de extradição entre os dois países para negociar a transferência de presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.