Paraguai devolve ao Brasil carro presidencial roubado

A Justiça paraguaia devolveu hojeao Brasil o automóvel BMW, roubado em outubro de 1998 em São Paulo, que era utilizado pelo presidente Luis González Macchi até fevereiro deste ano. Alejandro Nissen, o promotor encarregado do processo, ordenou que o veículo fosse retirado do Palácio do Governo e entregue ao cônsul do Brasil em Assunção, Geraldo Arrua. O diplomata brasileiro informou que o carro será devolvido à seguradora Sul América, de São Paulo. Em março passado, após o escândalo, González Macchi havia dito que adquiriu o veículo de boa fé em uma revendedora de automóveis, pagando por ele o equivalente a entre US$ 70 mil e US$ 80 mil. No final, o revendedor foi preso, acusado por evasão fiscal. Parlamentares do opositor Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA) tentaram levar adiante um julgamento político de González Macchi para destituí-lo do cargo por corrupção. O mandatário, no entanto, conseguiu evitar o julgamento político porque seus opositores não conseguiram reunir o número de votos necessários para abrir o processo na Câmara dos Deputados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.