Parada cardíaca mata presidente do PP

O deputado Nélio Dias (PP-RN) morreu ontem no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, aos 62 anos, em decorrência de aneurisma cerebral e parada cardíaca, enquanto lutava contra um câncer nos rins e no pulmão. Ele estava doente há cerca de seis anos. Dias era presidente nacional do PP e exercia o segundo mandato na Câmara. A previsão era que o corpo chegasse à noite a Natal. O velório será realizado no Palácio da Cultura e o enterro acontece hoje no Cemitério Morada da Paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.