Para Virgílio, Azeredo provará inocência no mensalinho

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse hoje ter confiança no senador Eduardo Azeredo (MG) de que ele terá elementos para se defender das acusações de envolvimento no chamado mensalão mineiro. Hoje, o Ministério Público encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a denúncia do suposto esquema de arrecadação ilegal de recursos nas eleições de 1998, quando Azeredo concorreu ao cargo de governador de Minas Gerais. Segundo Virgílio, é preciso esperar a decisão do Supremo para saber se a denúncia será acatada ou não. Na lista de acusados, estão também o ministro de Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, e o empresário Marcos Valério, também denunciado em agosto no caso do mensalão no Congresso Nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.