Para Tuma, lista de votação divulgada na Internet não tem valor

O corregedor do Senado, senador Romeu Tuma (PFL-SP), afirmou hoje que "não tem o menor valor" a lista divulgada na Internet como sendo a lista dos votos dados pelos senadores contra e a favor da cassação do mandato de Luiz Estevão (então do PMDB) na sessão de 28 de junho de 2000. Tuma já tem em seu poder uma cópia da lista e disse que vai mostrá-la para Ivar Ferreira - marido de Regina Borges e participante do processo de violação do sigilo do painel eletrônico do Senado - e para a própria Regina, a fim de checar a autenticidade dos votos divulgados pela Internet.O presidente do Senado, senador Jader Barbalho (PMDB-PA), afirmou que desconhece o conteúdo da lista, que está circulando na Internet. De acordo com essa lista, a senadora Heloísa Helena (PT-AL) votou a favor da cassação do mandato de Luiz Estevão, contrariamente a uma versão que circula há tempos e é atribuída ao senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA). Heloísa Helena afirmou, em pronunciamento da tribuna, que teve participação importante no processo de cassação. "Quero que a lista seja divulgada", afirmou. A senadora defendeu a cassação de quem cometeu o crime de violação do sigilo do painel eletrônico de votação do Senado. "Para que não sejamos colocados numa vala comum", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.