Para tucano, atuação do filho de Dirceu foi ?tráfico de influência?

O vice-líder do PT na Câmara, deputado Walter Pinheiro (BA) disse hoje considerar "normal" que o filho do ministro José Dirceu, Zeca Dirceu, tenha atuado para a liberação de verbas para municípios do Paraná. Reportagem do jornal "Folha de São Paulo" de hoje afirma que Zeca atuou como intermediário na liberação de R$ 607 mil para municípios do seu estado. Para Pinheiro, Zeca não praticou ato ilícito. "É normal militantes do PT atuarem para a liberação de verbas para os seus estados", afirmou. O deputado disse ainda que "Zeca está pagando o preço por ser filho do ministro José Dirceu". O vice líder do PSDB, deputado Alberto Goldmann (SP) criticou a atitude do militante petista e afirmou que, no mínimo, tratou-se de "tráfico de influência". As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

10 de março de 2004 | 18h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.