Para Thomas Bastos, explicação de Meirelles é convincente

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, considerou convincentes as explicações dadas pelo presidente do Banco Central,Henrique Meirelles para se defender das acusações de evasão de divisas e sonegação fiscal. Meirelles foi acusado em reportagem da última edição da revista IstoÉ, junto com o diretor de Política Monetária da instituição, Luiz Augusto Candiota. O ministro não quis comentar, no entanto, as explicações de Candiota, alegando não ter lido as notas que ele divulgou para se defender das acusações. Para Thomaz Bastos, são "inconsistentes" as alegações contra o presidente do BC. "As explicações dele foram absolutamente convicentes", afirmou o ministro da Justiça, depois de uma entrevista na sede da Polícia Federal, onde anunciou a prisão de assassinos de fiscais do Ministério do Trabalho, em Unaí, crime ocorrido há seis meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.