Para Tarso, tucano precisa esclarecer origem do dossiê

Em visita ao Rio Grande do Sul em companhia do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou ontem que o fato de o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) ter admitido que teve acesso ao dossiê sobre gastos do governo Fernando Henrique "inverte a mão" da crise instaurada com o vazamento dessas informações.De início, o titular da Justiça evitou comentar a polêmica em torno do vazamento dos dados. Em seguida, porém, disse: "Quem reconhece que tinha o documento agora tem de explicar de onde veio".Na sua avaliação, é necessário esclarecer os fatos para que a CPI "possa acompanhar o roteiro de aparecimento desse documento e possa responsabilizar quem vazou".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.