Para Serra, proposta de reforma eleitoral é 'razoável'

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB) avaliou como "razoável" a proposta de reforma eleitoral aprovada ontem no Congresso. O projeto atualiza e organiza aspectos da lei eleitoral, mas não resolve o que Serra chamou de "partidos de aluguel". "É menos do que eu gostaria, mas está razoável." A proposta segue agora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

CAROLINA FREITAS, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 14h31

Serra também condenou a aprovação do projeto de lei que legaliza os bingos no País pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. "Sou contra. Isso cria um vício no jogo, arruína muita gente", disse. O governador refutou argumento dos defensores da legalização, segundo o qual manter os bingos abertos criaria empregos. "É uma visão ingênua, porque se você não gasta no jogo, gasta em outro lugar. E gera empregos em outro lugar", ressaltou.

Tudo o que sabemos sobre:
reforma eleitoralJosé Serrabingos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.