Para Serra, o ciclo desenvolvimento econômico acabou

O ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou que o atual ciclo de desenvolvimento econômico brasileiro acabou. Para ele, esse momento que se encerra teve início com o lançamento do Plano Real, no início dos anos 1990, que foi capitaneado pelo seu correligionário, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Acabou o ciclo no Brasil. Não é um juízo de valor, é uma constatação", afirmou ao participar do programa Roda Viva, na TV Cultura. "Tem que fazer outro (ciclo), esse acabou", afirmou.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

25 Junho 2013 | 01h33

Apesar de defender que o ciclo tenha se encerrado, ele disse não achar impossível que a presidente Dilma Rousseff (PT) possa ser reeleita em 2014. "A tradução disso na política não é mecânica. Não acho impossível que se reeleja. Estamos analisando com os dados de hoje", disse.

Para ele, mesmo com o suposto fim do ciclo, o PT ainda tentará continuar no poder. "O PT fará o possível e o impossível para ficar no poder", disse, citando a possibilidade, inclusive, de relançarem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2014 para presidência.

Mais conteúdo sobre:
Serra Roda Viva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.