Para Sérgio Guerra, crescimento de Dilma confirma campanha

Para o presidente tucano, a pesquisa revela que o nome do governador de SP, José Serra, continua 'sólido'

Ana Paula Scinocca, da Agência Estado,

01 de fevereiro de 2010 | 17h12

BRASÍLIA - O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou que o crescimento da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência da República, na pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira, só confirma que a petista já está em campanha. O levantamento mostra que Dilma encosta no governador de São Paulo, José Serra (PSDB), quando o nome de Ciro Gomes (PSB) aparece na disputa. Neste cenário, Serra recebeu 33,2% das intenções de voto, seguido por Dilma, com 27,8%, e por Ciro, com 11,9%. Marina Silva (PV) aparece em quarto lugar, com 6,8% das intenções de votos. Os indecisos, brancos e nulos somam 20,4%.

 

Veja Também

linkCNT/Sensus mostra empate técnico entre Serra e Dilma

linkAntonio Palocci desiste de candidatura ao governo de São Paulo

linkRapidez de crescimento de Dilma surpreende PT paulista

link'Pesquisa pode dar problema para Ciro e ao governo', diz Freire

link'Sem Ciro na disputa, Serra vence no 1º turno', diz líder do DEM

linkPresidente comemora aumento da popularidade, relata fonte

 

"Estamos absolutamente tranquilos. É natural que a Dilma cresça pois ela já está em campanha. Só no meu Estado (Pernambuco) ela foi três vezes este ano", afirmou.

 

Questionado sobre o fato de Serra também ter exposição na mídia, já que governa o maior Estado do País, Guerra disse que não há como comparar. "O Serra só fica em São Paulo, ele governa São Paulo e lá, ainda por cima, está chovendo muito", afirmou.

 

Para o tucano, a pesquisa revela que o nome de Serra continua "sólido". "O nome do Serra continua firme e houve até um crescimento em relação aos números anteriores", disse. Em novembro, última edição da pesquisa CNT/Sensus, Serra recebeu 31,8% de votos, enquanto Dilma tinha 21,7%. Ciro recebeu em novembro 17,5% dos votos e Marina, 5,9%. Sem Ciro na disputa, a CNT Sensus de hoje registrou 40,7% para Serra e 28,5% para Dilma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.