Para senadores, há algo errado na Petrobras

A notícia do afundamento da plataforma P-36 da Petrobras causou constrangimento aos senadores da Comissão de Infra-estrutura do Senado. O presidente em exercício da comissão, Alberto Silva (PMDB-PI), disse que o fato é lamentável no momento em que o Brasil mais precisa de petróleo para movimentar sua economia. O senador Pedro Simon (PMDB-RS) expressou descontentamento com a impossibilidade de salvação da plataforma, o que, além de economizar milhões de dólares, permitiria o levantamento das causas do acidente. "Há algo sério ocorrendo na Petrobras e precisa ser apurado", disse.O senador Paulo Hartung (PPS-ES), que apresentou ontem requerimento de apresentação do presidente da Petrobras, Henri Philippe Reichstul, disse que a situação do administrador é "muito delicada". Ele disse que o afundamento da plataforma fere "os brasileiros até em sua auto-estima, pois a Petrobras é um símbolo do País". O senador disse que o parlamento não pode ficar omisso nessa discussão. "Alguma coisa de errado está acontecendo na Petrobras, pois esses acidentes não são uma coisa normal", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.