Para presidente da OAB, suplentes são ''''clandestinos''''

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, classificou ontem como "biônicos" e "clandestinos" os suplentes de senadores que, sem ter obtido nenhum voto, assumem o mandato quando os titulares deixam o posto. O caso mais recente é de Edison Lobão Filho (DEM-MA), o Edinho, que assume a vaga do pai, Edison Lobão (PMDB-MA). "Vamos ter mais um senador clandestino, tão biônico quanto aqueles inventados pelo Pacote de Abril, da ditadura militar, de triste memória", protestou Britto. "Nada expressa melhor o nível de indigência moral do sistema político brasileiro", criticou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.