Para Planalto, Dilma é quem mais entende de petróleo

Em conversas reservadas, os assessores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva dizem que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi escolhida para dar, no último dia 8, no Rio, a boa notícia da descoberta da megajazida de Tupi porque ela é, de toda a equipe de governo, quem mais entende de petróleo. Dilma está apta a responder a qualquer tipo de pergunta sobre o assunto, mesmo os questionamentos mais técnicos. O ministro interino das Minas e Energia, Nelson Hubner - que substituiu Silas Rondeau -, disse um dos assessores de Lula, entende muito de energia, mas não de petróleo. MOTIVAÇÃOO Planalto admite que foi política a decisão de escolher Dilma, mas "sem motivação eleitoral". Como se tratava de um anúncio estratégico, que exigia, também, a retirada de blocos de exploração da 9ª licitação da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o Palácio do Planalto queria que fosse feito como "uma política de Estado", e não como algo de rotina. O anúncio, acrescentou o assessor do presidente ao Estado, não podia mesmo ser feito por Lula porque envolvia a informação sobre o adiamento do leilão das áreas onde foi descoberto o petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.