Para PFL, governo Lula é "leniente" com o MST

O PFL acusou hoje, em nota, o governo Lula de ser "leniente" com o MST, o mesmo termo usado pelo deputado Geddel Vieira (PMDB-BA). Para o partido, o líder do MST, João Pedro Stédile, ao dizer que os sem-terra devem "acabar" com os grandes fazendeiros, fez uma "ameaça brutal ao Estado de Direito".A nota diz que a posição dele "é conseqüência da posição leniente do governo federal a esse movimento fora da lei". O partido diz ainda que o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, é "complacente com as invasões ilegais" e exige do governo o cumprimento da lei e da ordem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.