Para o Supremo, arquivamento da MP dos Bingos libera jogo

No Supremo Tribunal Federal (STF), a decisão do Senado Federal dearquivar a medida provisória (MP) dos bingos foi interpretada como a liberação dos jogos no País. As casas de bingo e loteriasdeverão funcionar graças a leis estaduais que permitem a exploração desse tipo de atividade.Em breve, o plenário do STF terá de decidir se cassa ou não as leis estaduais que dão respaldo para o funcionamento dosjogos. Existem atualmente no Supremo mais de dez ações diretas de inconstitucionalidade (adins) protocoladas peloprocurador-geral da República, Claudio Fonteles, contra essas normas estaduais. A expectativa é a de que o tribunal derrubeessas regras.O advogado-geral da União, Alvaro Augusto Ribeiro Costa, esteve no STF para participar da inauguração da RádioJustiça, emissora que transmitirá programas e notícias sobre o Poder Judiciário. Costa foi questionado por jornalistas sobre adecisão do Senado, mas não quis comentá-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.