Estadão
Estadão

Para ministro do TCU, governo deve questionar julgamento de contas no Congresso

Augusto Nardes, relator da análise das contas de Dilma Rousseff disse que a Corte de Contas já 'cumpriu todas as etapas'

André Borges e João Villaverde, O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2015 | 17h15

Brasília - O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes, relator do processo que avalia as contas do governo Dilma Rousseff, disse que a eventual apresentação de um recurso do governo contra a decisão do tribunal tem que ser encaminhada ao Congresso Nacional e não mais à corte de contas. "O TCU cumpriu todas as etapas. Se o governo quiser questionar algo, tem que questionar no Congresso", disse Nardes.

O ministro confirmou que vai distribuir nesta quinta-feira, 1 de outubro, o relatório da área técnica sobre as contas federais, documento que deve confirmar irregularidades do governo na utilização de recursos de bancos públicos para financiar obras federais, rotina que ficou conhecida como "pedalada" fiscal. "Meu voto será basicamente o relatório. Farei minhas considerações e devo distribui-las nos próximos dias", afirmou.

Nardes disse que, na semana passada, já tinha informado ao presidente do TCU, ministro Aroldo Cedraz, que poderia votar o processo nesta semana. Cedraz, no entanto, pediu que seja aguardada a presença de mais dois ministros que não estariam presentes na plenária de hoje, Bruno Dantas e Vital do Rêgo.

Nardes voltou a sinalizar cansaço com relação ao tema. "É um processo desgastante, um bombardeio de tudo que é lado, é o momento mais difícil de minha história de vida publica", afirmou.

O julgamento do caso começou no dia 17 de junho. De lá para cá, o governo apresentou duas defesas, que somam mais de 2 mil páginas, como forma de convencer os técnicos e ministros da legalidade das operações. 

O TCU produzirá um parecer que será encaminhado ao Congresso. A oposição conta com a rejeição das contas pelo tribunal para abrir um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Tudo o que sabemos sobre:
TCUAugusto NardesDilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.