Para Miguel Jorge, saída de Marina foi 'cansaço natural'

Os ministros Miguel Jorge(Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e Reinhold Stephanes(Agricultura) lamentaram na terça-feira o pedido de demissão deMarina Silva do Ministério do Meio Ambiente. "Não é fácil ser ministro do Meio Ambiente em um país comoo Brasil, onde é tão difícil se ter o controle sobre oterritório", disse Miguel Jorge a jornalistas. "Não acreditoque sua saída irá alterar as exigências feitas na áreaambiental, porque o Ibama e a ministra sempre seguiram a lei." "Atribuo a sua saída a um cansaço natural. Não acho queseja bom que ela saia em um momento em que você tem discussõesdifíceis na área como a da reserva Raposa Serra do Sol, sobredesmatamento, e a absolvição do mandante do crime damissionária norte-americana." O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, divulgounota em que lamenta a saída da colega e reconhece "o papelsignificativo de Marina Silva na defesa das causas ambientaisdo país". (Reportagem de Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.