Para Mercadante, economia aponta para queda de juros

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), disse que os juros devem cair. "Todas as condições da economia apontam para uma queda dos juros", afirmou o senador, ao chegar à sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), juntamente com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mercadante ressaltou, no entanto, que só o Comitê de Política Monetária (Copom) e o Banco Central têm os instrumentos de decisão para baixar os juros. Ele defendeu uma queda progressiva e segura das taxas. A próxima reunião do Copom será nos dias 20 e 21.Mercadante parece ignorar a orientação dada pelo ministro-chefe da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT-SP). No último dia 8, durante entrevista à Globo News, Dirceu foi enfático e deixou claro que apenas o ministro da Fazenda, Antônio Palocci Filho, é quem pode falar sobre a taxa de juros e sobre o câmbio no governo. Dirceu tentava pôr fim às desencontradas opiniões emitidas por membros da atual administração sobre esses dois assuntos. Mercandate também já foi chamado pelo presidente Lula, descontente com suas declarações política econômica, principalmente em relação ao dólar. Mercadante nega ter sido enquadrado pelo presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.