Para Mercadante, acordo sobre CPMF 'está caminhando'

Apesar do PSDB considerar insatisfatória a proposta apresentada pelo governo para negociação da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o senador Aloizio Mercadante (PT-SP), avaliou hoje que "seguramente se está caminhando para um acordo com a oposição" e para uma grande coesão em torno da proposta. Segundo ele, o governo apresentou uma proposta "muito significativa" de desoneração tributária, superior a R$ 4 bilhões, em 2008 e superior a R$ 5 bilhões em 2009. "A CPMF é muito importante. Ela representa 85% dos gastos dos hospitais no Brasil ", ressaltou o senador. Mercadante disse que a porta da negociação com o PSDB continua aberta e declarou que há tempo suficiente para a aprovação da emenda constitucional, até o final do ano. "Temos tempo,porque a votação será em dezembro", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.