Para Marta, morte de paciente visitado por Maluf é uma tragédia

A prefeita Marta Suplicy (PT) evitou polemizar com o candidato pelo PP, Paulo Maluf, que visitou ontem a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital e Maternidade Voluntários, na zona norte. Hoje, um dos pacientes que o ex-prefeito conversou durante a visita, morreu vítima de infecção generalizada. Marta, no entanto, preferiu não comentar o caso. ?É uma tragédia. Não vou falar sobre isso?. Em resposta à promessa de Maluf de que, se eleito, construirá 100 CEUs (Centros Educacionais Unificados) na cidade, Marta afirmou não faz milagre e que só promete o que pode cumprir. ?Milagre eu não faço. Trabalho com dados da realidade e posso dizer que vou construir 24 novos CEUs?, disse Marta. Ontem, a prefeita usou o fato de ter sido, até então, a única candidata a garantir a ampliação dos CEUs para arrebatar votos das cerca de mil pessoas que assistiam ao seu primeiro comício, em Parelheiros, na periferia da zona sul. Marta construiu até agora 21 CEUs. A prefeita visitou a região da subprefeitura de Vila Prudente, na zona leste. Em clima de campanha, ela vistoriou obras de recapeamento de ruas, e de canalização de córregos, terminando a visita em uma antiga escola de latinha. Em discurso à pais de alunos e funcionários, a petista garantiu que vai substituir até o fim de seu mandato as 51 escolas modulares existentes na cidade. Antes da programação na zona leste, Marta foi até uma feira especializada em produtos oftalmológicos, na zona sul. Após passar por alguns estandes ganhou seis óculos de grife, que, juntos, somavam cerca de R$ 5 mil. Nesta noite a candidata deve inaugurar um comitê em São Mateus, na zona leste, e outro, na Sé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.