Para Lula, não disputar eleições em 2010 é ficar livre de 'peso'

Presidente disse em entrevista ao Estado que não se candidata à presidência 'nem se o povo pedir'

Alexandre Rodrigues, do Estadão

04 de setembro de 2007 | 18h56

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou nesta terça-feira, 4,  em Aracaju, que vive "um dos melhores momentos" de sua vida por causa de impossibilidade de concorrer nas eleições de 2010.Segundo Lula, a falta de perspectiva eleitoral é como ficar livre de um peso e lhe trouxe mais serenidade para governar   Veja também:    "Quem se acha insubstituível vira um ditadorzinho"     Em visita a Sergipe, o presidente disse ainda se sentir mais maduro no segundo mandato, momento que considera mais favorável no relacionamento com os governadores.   "Eu estou vivendo um dos momentos mais extraordinários da minha vida como ser humano. Talvez porque eu não tenha que disputar a eleição em 2010, então é uma carga extraordinária que saiu das minhas costas", disse.   Em entrevista exclusiva ao Estado, publicada no dia 26 de agosto, o presidente disse que nem com o povo pedindo ele será candidato em 2010. Acrescentou que vai trabalhar para que haja um único candidato na base aliada.   "Estou vivendo um momento em que sei exatamente o que é possível fazer, sei exatamente quais as dificuldades que a gente tem que enfrentar, sei exatamente como enfrentá-las e sei que vamos obter sucesso na nossa trajetória", discursou Lula.     Lula discursou num teatro de Aracaju, durante a cerimônia de batismo da plataforma de Piranema, que será usada pela Petrobras na exploração de Petróleo em águas profundas na costa sergipana .      

Tudo o que sabemos sobre:
Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.