Para Lula, julgamento de Renan tem que ser mesmo no Congresso

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvaconsidera que o presidente do Senado, Renan Calheiros(PMDB-AL), está sendo julgado dentro das regras criadas pelasociedade brasileira, que valem para todos os políticos. "Acho que (Renan) está sendo julgado onde precisa serjulgado. Dentro do Congresso Nacional e dentro do Senado",disse Lula a jornalistas após encontro com sindicalistas noPalácio do Planalto. "Acho que as regras que foram estabelecidas pela sociedadebrasileira valem ontem, hoje e valem amanhã. Portanto, todosnós estamos submetidos às regras que nós mesmos criamos",completou. Indagado se a situação do presidente do Senado nãopreocupava o governo, Lula disse que a questão é doLegislativo. "Esse é um problema do Congresso Nacional. Há uma acusação,Renan tem mostrado as provas, sabe que essa prova é analisadadentro do Conselho de Ética, dentro da Comissão de Justiça edentro do plenário. Vamos ver a decisão", afirmou o presidente. Depois de ter sido aprovado no Conselho de Ética, oprocesso que pede a cassação do presidente do Senado foiaprovado no início desta noite na Comissão de Constituição eJustiça. A representação contra Renan será apreciada peloplenário do Senado na próxima semana. (Por Mair Pena Neto)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.