Para Lula, é prematuro PSDB julgar 6 meses de governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou hoje que é prematuro o PSDB tentar ficar julgando os seis meses de sua administração, sem fazer uma avaliação dos oito anos de poder que o partido teve no Brasil. A resposta de Lula às críticas dos tucanos foi dada na tarde de hoje na sede da Prefeitura de São Paulo, após almoço que teve com a prefeita Marta Suplicy por ocasião da inauguração do Centro Educacional Unificado (CEU) de Guaianazes.Durante entrevista coletiva, que durou cerca de 10 minutos, o presidente disse que por ser uma pessoa responsável e pela função que exerce, "espera que as pessoas sérias e responsáveis do PSDB contem até 10 antes de falarem coisas impensadas." Segundo ele, o Brasil precisa neste momento de muito otimismo e de coisas positivas.Nem mesmo o falecido governador tucano Franco Montoro foi poupado das críticas de Lula. O presidente disse que os conflitos no Pontal do Paranapanema existem desde 1982, quando o governador Franco Montoro, pela primeira vez, entrou com uma ação judicial para tentar reaver as terras do Pontal. "E é importante saber também que o PSDB governa São Paulo há mais de dez anos e, portanto, já poderia ter cuidado disso."Nas críticas diretas que fez aos tucanos, Lula destacou que qualquer pessoa responsável do PSDB sabe que eles deixaram, em dezembro, uma perspectiva de inflação de 40%. E que agora, em seu governo, esta previsão é de apenas 7%. Além disso, o presidente disse que os tucanos sabem que quem elevou a dívida brasileira de US$ 67 bilhões para US$ 800 bilhões não foi o PT, mas sim o PSDB.Apesar das duras críticas, Lula reiterou que tem tido com o PSDB uma relação política de alto nível e democrática, principalmente com os governadores. E chegou a lembrar do compromisso que assumiu de que não ficar remoendo o passado e construir um futuro melhor para o Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.