Para Lula, conferências fortalecem democracia

Segundo presidente, 2ª Conferência Nacional de Cultura reuniu mais de 220 mil pessoas em Brasília

Agência Brasil,

15 de março de 2010 | 09h15

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 15, que as políticas baseadas em conferências setoriais, seja em âmbito municipal, estadual e federal, apresentam um resultado "fenomenal" graças à participação popular.

 

Lula contou que a 2ª Conferência Nacional de Cultura, que foi realizada em Brasília na semana passada, reuniu mais de 220 mil pessoas. "São pessoas envolvidas com música, teatro, cinema, arte e que estão dispostas a contribuir para que o Brasil tenha uma política de cultura nacional", afirmou durante o programa de rádio "Café com o Presidente".

 

O presidente afirmou ainda que as conferências são fundamentais para se discutir temas de importância no país. "É muito mais provável que o governo acerte quando ouve o povo do que se o governo ficar contratando apenas algum especialista para fazer um programa. Deixar o povo participar é a certeza absoluta de que a gente vai fazer as coisas mais corretamente democráticas." O governo Lula já realizou 67 conferências no âmbito nacional abordando os assuntos mais variados. As informações são da Agência Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaConferenciaCafe com Presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.