Ed Ferreira/AE
Ed Ferreira/AE

Para Lula, Comissão da Verdade reforça democracia

'É a única comissão no mundo que surgiu do povo para o povo', disse o ex-presidente

Rafael Moraes Moura, Tânia Monteiro e Vera Rosa - Agência Estado

16 de maio de 2012 | 13h55

BRASÍLIA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que a instalação da Comissão da Verdade é um "passo estupendo" na conquista da democracia brasileira. Ele participou da cerimônia de posse dos sete integrantes da comissão, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 16, no Palácio do Planalto, ao lado dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, José Sarney e Fernando Collor e da presidente Dilma Rousseff.

 

"Foi um passo estupendo que a sociedade deu na conquista da democracia. E é importante lembrar que foi a única Comissão da Verdade no mundo que surgiu de baixo para cima, do povo para o povo", afirmou Lula, ao deixar a cerimônia.

 

A Comissão da Verdade tem como objetivo "esclarecer os fatos e as circunstâncias dos casos de graves violações de direitos humanos" ocorridos entre 1946 e 1988 e "promover o esclarecimento circunstanciado dos casos de torturas, mortes, desaparecimentos forçados, ocultação de cadáveres".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.