Para Lula, ações criativas e práticas do governo vão baixar juro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que está há muito pouco tempo no exercício do cargo e que está "semeando" para colher "no tempo certo". Em discurso durante inauguração de um conjunto habitacional em Rondonópolis (MT), Lula disse que com ações criativas e práticas, como o incentivo às cooperativas de crédito, é que os juros no Brasil vão cair.Lula usou uma única vez a palavra juros em seu discurso. Justamente para dizer que a queda nas taxas de juros virá em consequência de ações do governo, como o lançamento, este mês, dos programas Primeiro Emprego e o de cooperativas de crédito. "Vamos mostrar que vai ser através das cooperativas de crédito que nós vamos reduzir as taxas de juros neste país, que a gente vai gerar emprego, que a gente vai ajudar o pequeno e médio produtor, que a gente vai ajudar o micro e pequeno empresário. Com ações criativas com ações práticas", disse Lula.O presidente participou em Rondonópolis do lançamento da construção de 200 casas populares na periferia da cidade, acompanhado do governador do Estado, Blairo Maggi (PPS), a quem fez questão de prestigiar no discurso. Lula atribuiu à burocracia do Estado a demora por alguns resultados do governo. Disse que, entre o anúncio de liberação de verbas e a chegada do dinheiro no local necessário, há uma "guerra de papel", que, segundo ele, tem de ser respeitada. "Porque se a gente não respeitar a estrada dos papéis, da burocracia, o Tribunal de Contas da União vem e diz que a gente está cometendo um ato ilícito com a administração pública".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.