DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Para Lobão, projeto do abuso de autoridade será aprovado na CCJ

Texto com relatoria de Requião será votado nesta quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2017 | 17h59

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Edison Lobão (PMDB-MA), considera que o projeto que atualiza a lei do abuso de autoridade será aprovado nesta quarta-feira, 26, no colegiado. "Já se demorou tanto tempo, não há mais razão (para adiar). Já se discutiu muito o projeto", declarou. A proposta é o único item da pauta da CCJ desta quarta-feira.

O projeto de lei do Senado (PLS) não tem caráter terminativo, ou seja, ainda precisa ser apreciado no plenário da Casa. A votação, neste caso, é simbólica. A expectativa é de que os integrantes da CCJ aprovem o texto em regime de urgência, o que garantirá prioridade à proposta na ordem do dia. Para Lobão, o texto poderia ser votado no plenário já na quinta-feira, 27. 

Ao marcar a votação pra quarta-feira, Lobão disse que não ia mais admitir "obstrução, nem nenhum outro tipo de chicana regimental" para protelar a apreciação do texto. Na última semana, após a leitura do relator da proposta, senador Roberto Requião (PMDB-PR), os parlamentares pediram vista, o que adiou a votação. Eles argumentaram que o relator fez modificações na proposta alternativa do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e que, por isso, precisariam de mais tempo para análise.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.