Para Levy, política econômica do governo é segura

O secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, afirmou que a política econômica do governo Lula é muito segura e adequada ao País. Ao deixar a sede do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Levy disse que preferia não fazer comentários sobre a declaração do ministro da Casa Civil, José Dirceu, de que a política econômica brasileira não é suficiente para o País enfrentar uma crise externa. "Essa é uma pergunta muito boa para ser feita ao ministro José Dirceu. Eu, como técnico, tenho muitas limitações em conseguir como se faz o pacto", afirmou, em tom diplomático. A uma pergunta sobre se a crise externa seria dramática a ponto de a política econômica não ser suficiente, ele respondeu: "Não tenho esse sentimento. A nossa política econômica é muito segura. Como disse o presidente Lula, o País tem um projeto e estamos levando com serenidade". O secretário do Tesouro insistiu que o governo está tranquilo em relação ao caminho adotado para a política econômica. Ele lembrou que a política econômica tem tido reconhecimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.