Para lembrar: Do sociólogo ao operário, surpresas

A informalidade marcou a solenidade de transmissão da faixa presidencial de Fernando Henrique Cardoso para Luiz Inácio Lula da Silva em 2003. Sem preocupação com os protocolos oficiais, os dois políticos se abraçaram e acabaram protagonizando uma cena inusitada no Parlatório do Palácio do Planalto. Ao passar a faixa, Fernando Henrique acabou enroscando seus braços nos de Lula e deixou cair seus óculos. Surpreso, o próprio Lula reagiu e se abaixou para pegar os óculos. Já com a faixa presidencial no peito, Lula teve seu braço levantado pelo tucano, numa reverência ao novo presidente. Juntos, acenaram para a multidão que acompanhava a posse.

Marcelo de Moraes / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

31 Dezembro 2010 | 23h00

 

Fernando Henrique também surpreendeu ao não descer a rampa, como se imaginava. Lula o acompanhou até o interior do Palácio e o ex-presidente preferiu sair pelo elevador privativo. Às 18 horas, Lula voltou para o Parlatório e iniciou seu discurso de posse.

Mais conteúdo sobre:
Lula FHC

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.